CulturaFlash

Crianças de Angola, Portugal e Israel debatem o Racisco no FALE

As crianças de Angola, Portugal e Israel vão debater nesta sexta-feira, dia 09 de Outubro de 2020, das 14h às 15h30,  a problemática do Racismo”, podendo ser transmitido ao vivo na página oficial de facebook da Fundação (@FundacaoArteECultura  ou https://web.facebook.com/FundacaoArteECultura/), numa iniciativa conjunta entre a Fundação Arte e Cultura,  Instituto Nacional da Criança, INAC.

Linguagens como “seu preto”, “Katchindele”, “molho de feijão” figuram-se entre os adjectivos negativos que explicam o retrocesso do mundo e dos homens. Em quase toda parte do universo, ainda se ouvem gritos de pessoas que reclamam por um dia sofrerem discriminação, em causa está a cor ou raça diferente. Entretanto, sempre que o assunto é a transformação da mentalidade, as crianças e adolescentes são sempre postas de lado, quando constituem eles a nova sociedade.

A Fundação Arte e Cultura e o INAC entendem que é urgente começar a envolver as crianças e adolescentes na busca de soluções para este assunto, de modos a que estejam mais e melhores preparados para formar o novo mundo, onde não haja espaço nem tempo para falar de racismo.

O Racismo, o que pensam e sabem as crianças” é o tema desta edição do FALE CONNOSCO  e são as crianças oradoras, da parte de Angola  Gláucio  Vicente e Belmárcia Patrícia, de Portugal, Maria Pinheiro e Tiágo Martins e de Israel Sol Roytman. A moderação do debate estará  a cargo d o formador de Oratória e responsável do Gabinete de Comunicação da Fundação Arte e Cultura, Camilo Lemos e  Rosalina Domingos, do Departamento de Informação e Sensibilização do INAC. Enquanto decorrerem as emissões live, as famílias poderão interagir com os oradores, enviando mensagens ou ligando para os contactos 934 567 627/ 923 780 105.

Sobre o projecto

FALE CONNOSCO é um programa ao vivo que tem como finalidade criar um espaço de debate e discussão aberta sobre as crianças e os adolescentes, bem como o papel das artes educativas na sua formação durante o percurso pela infância, adolescência e até à idade adulta. Propõe-se ainda trazer temáticas em torno das políticas dos Centros de Acolhimento e o seu real papel na garantia da formação e segurança das crianças e adolescentes. Prevê-se num futuro próximo alargar este programa às plataformas de emissão ao vivo, nomeadamente YouTube, Instagram, bem como à rádio e à televisão. O projecto é o resultado de um esforço conjunto da Fundação Arte e Cultura e do Instituto Nacional da Criança.