CulturaEm Destaque

Jovens da Mulemba apresentam no Wyza Anfiteatro com a “PROVA DOS 09”

O Grupo Teatral Jovens da Mulemba vai apresentar-se no próximo dia 12 de Junho, das 16h ás 18 horas, no auditório Wyza Anfiteatro, da Fundação Arte e Cultura, na Ilha de Luanda, junto à Escola 1205, paragem da casa Lisboa, com a peça teatral a “Prova dos 09”.

A entrada é gratuita, e trata-se de uma nova e mais recente iniciativa da Fundação, que visa, mais do que diversificar as propostas culturais para os amantes das artes, desenvolver as artes e a cultura angolana, bem como apoiar os jovens artistas que buscam de apoios para mostrarem o que sabem fazer

Os protagonistas e personagens

São protagonistas a actris Márcia e Mauro (Sérgio) e completam a carteira de actores e personagens Bartolomeu Rufino (Jacob) António Kapangu (Tomás), Benvindo Ferraz (Mano Bráulio), Juliana dos Santos (Tia Silva), Guilherme Ngola (Kinito), Hilário Benjamim (Puto Jhonse), Rossana Fortuna (Jerusa), Filomena Anita (Marlene), Feliciana Carlos (Mana Madó) e Jaílson Ngola (Pitagoras).

Sobre o peça- Sinopse PROVA DOS 09

“O enredo da peça PROVA DOS 09, aborda de forma clara sobre a questão da “INFERTILIDADE”, e do “ABORTO”. A peça gira em torno de questões domésticas ligadas à infertilidade e ao Aborto. Procuramos discutir esses fenômenos de forma muito séria e profunda. É de certa maneira preocupante a forma desenfreada como se tem banalizado o sexo, por parte de muitos adolescentes e alguns jovens inexperientes.

Por conta dessa ignorância, desinformação, e medo da represária por parte dos familiares e da sociedade, muitos jovens têm optado pela via do aborto, pondo em risco a sua vida de forma gratuita. Se por um lado há pessoas dispostas a se livrarem de filhos, do outro existem pessoas a fazerem de tudo e mais alguma coisa para conseguirem engravidar e ter um filho.

A peça procura ainda compreender as causas da infertilidade, bem como as possíveis soluções para contornar ou pelo menos remediar o problema. Os protagonistas trarão também um olhar científico e pedagógico do fenômeno. Com esta peça, tentar-se-á também compreender melhor a pressão Psicológica que boa parte das famílias fazem aos recéns-casado, e sobretudo às pessoas com idade superior a 30 anos. Por essas e outras situações, surgiu a necessidade de levantar as seguintes questões de controlo: 1) Qual é a necessidade da sociedade, e das famílias em particular, fazerem um calendário de procriação  para o casal? 2) Será que todo mundo quer necessariamente ter filhos tão logo casam?  3) Será que os filhos adoptivos não são capazes de preencher o vazio dos filhos biológicos? Daí a proposta da peça ser PROVA DOS 09. Onde o número 09 simboliza normalmente o tempo de gestação de um bebê.”, António Kapangu, director artístico do grupo.