CulturaEm Destaque

Para aonde vão as crianças depois da vida nos Centros de Acolhimentos” é o tema desta edição no FALE CONNOSCO

O espaço de debate e discussão aberta sobre as crianças e os adolescentes,             FALE CONNOSCO, traz à discussão nesta sexta-feira, 26 de Março, das 14h as 15h30 o tema “Para aonde vão as crianças depois da vida nos Centros de Acolhimentos”, numa iniciativa da Fundação Arte e Cultura e do Instituto Nacional da Criança, INAC, sendo transmitido ao vivo na página oficial de Facebook da Fundação (@FundacaoArteECultura  ou https://web.facebook.com/FundacaoArteECultura/).

São oradores convidados do espaço online a directora-geral adjunta do INAC, Elisa Gourgel, o director da área Social da Fundação Arte e Cultura, Xavier Narciso, e o sociólogo Jó Rafael, que vão reflectir sobre o destino dos adolescentes, que por força maior dos estatutos dos centros, e em função da idade, não podem continuar a viver nos Centros de Acolhimentos.

A experiência indica que muitos adolescentes, antes crianças, não conhecem o paradeiro das suas famílias, nem mesmo aprenderam a ter uma vida que lhes permita com facilidade inserirem-se na sociedade, como que se de uma criança ou adolescente normal se tratasse. O debate terá como objectivo reflectir sobre esta problemática e apontar as possíveis soluções.

A moderação do debate é de Camilo Lemos e de Rosalina Domingos, do departamento de Informação e propaganda do INAC. Enquanto decorrerem as emissões live, as famílias poderão interagir com os oradores, enviando mensagens ou ligando para os contactos 929045231/934 567 627/ 923 780 105

Sobre o projecto

FALE CONNOSCO é um programa ao vivo que tem como finalidade criar um espaço de debate e discussão aberta sobre as crianças e os adolescentes, bem como o papel das artes educativas na sua formação durante o percurso pela infância, adolescência e até à idade adulta. Propõe-se ainda trazer temáticas em torno das políticas dos Centros de Acolhimento e o seu real papel na garantia da formação e segurança das crianças e adolescentes. Prevê-se num futuro próximo alargar este programa às plataformas de emissão ao vivo, nomeadamente YouTube, Instagram, bem como à rádio e à televisão. O projecto é o resultado de um esforço conjunto da Fundação Arte e Cultura e do Instituto Nacional da Criança.

Sobre a Fundação

Fundada no dia 25 de Janeiro de 2006, a Fundação Arte e Cultura tem o seu foco na inserção social das famílias em situação de vulnerabilidade e risco e no apoio às artes e à cultura angolana. Recentemente inaugurou o seu novo Cento Cultural e sede na Ilha de Luanda, onde centenas de crianças e adolescentes participam nas mais diversas áreas de formação, designadamente as artes plásticas e performativas, artesanato e corte e costura, música e dança, ioga e ginástica, informática e actividades de superação escolar, entre outras. A Fundação Arte e Cultura é parte integrante da Menomadin Foundation, organização internacional de investimento de impacto e filantropia, representando ainda, em Angola, o compromisso de responsabilidade social corporativa do Grupo Mitrelli, principal mecenas da Fundação.

Sobre O INAC

O INAC é uma Instituição pública do sector administrativo e social a qual compete garantir a execucão das politicas do Executivo no domínio da protecção  e promoção dos direitos da criança, através das acções de advocacia, investigação científica e protecção social da criança, sobretudo a que se encontra em situação de vulnerabilidade.