Em Destaque

Carga insuficiente no carro salva a vida do motorista da “T’LEVA”de um assalto mortal

Garcia Sebastião, de 52 anos de idade, morador do bairro Calemba 2, em Luanda, motorista da empresa ”T’ LEVA”, é amarrado e espancado a beira da morte.

Tudo começou quando Garcia Sebastião, foi solicitado pelo call center, para ir pegar um passageiro na Gamek com destino ao condomínio das Acácias, automaticamente, este conseguiu lhes localizar pelo aplicativo, mais com muitas dificuldades porque não estavam na rua onde o aplicativo indicava, mas numa outra rua.

Os supostos passageiros pediram ao motorista para passar pela via do benfica, por sua vez, o senhor Garcia, não achou relevante passar por lá porque daria muita volta.

< Para mim não era relevante e não tinha lógica nenhuma passar pela via do Benfica para ir no condomínio das Acácias, porque a via principal para este destino é a via do camama. afinal de contas eles queriam que fóssemos a via do benfica para queimar o tempo, porque já eram 17horas, um deles tinha desenteria, patriota sou, baixei para tirar o pepel higiénico que estava no carro, quando assustei me colocaram com faca. amarraram-me, truturaram-me, e me meteram na parte baixa onde os clientes põem os pés.>

< Depois tiraram-me todos os cartões colocaram-me na porta bagagem, foram ao banco fizeram movimentos, e dalí resolveram trabalhar com o aplicativo, faziam assaltos com outros clientes assim que o aplicativo fizesse solicitação, foram também ao encotro de uma passageira, subiu no carro lhe receberam também os cartões multicaixa lhe violaram e lhe deixaram ir.>

Garcia Sebastião, contou para “OPRIMEIRO,” que os assaltantes já estavam cansados dele, e naquele momento surgiu-lhes a ideia de o levar numa zona para ser eliminado, e para a sua sorte, a carga do carro já não era suficiente, o carro desligou-se ao caminho e os mesmos acabaram por fugir, e o senhor Garcia foi abandonado no carro.

< Essa não é a primeira vez que isto acontece seria bom que a empresa ” T’ LEVA”, tivesse um gestor de rotas para controlar que zonas é que o táxi está a entrar, e perguntar ao motorista porquê decidiu entrar nessa zona, porque se não houver um gestor de rotas situações do genero vão sempre surgir, lamentou.

De recordar que, O T’Leva, é uma empresa de prestação de serviços de táxi personalizado que permite, o passageiro, chamar comodamente um táxi com base na sua própria localização.