Em Destaque

Mady Biaye é o novo representante do UNFPA em Angola

Desde 11 de Dezembro de 2020, Mady Biaye é o representante do UNFPA em Angola. Nas últimas décadas, o novo responsável pela organização exerceu cargos de realce no sistema das Nações Unidas em vários países africanos. Substitui Florbela Fernandes no cargo.

O consulado de Mady Biaye à frente do UNFPA em Angola é o culminar de uma ampla trajectória com uma paragem anterior na Guiné-Equatorial. Nesse país da África Central, o estatístico e demógrafo com mais de 30 anos de experiência foi representante do UNFPA entre 2016 e 2020, antes de chegar a Luanda para exercer a mesma função.


Na Guiné-Equatorial, Mady Biaye foi ainda Coordenador Residente das Nações Unidas/Oficial Designado para a Segurança (2018-2020), Representante Residente da OMS (Junho – Dezembro de 2020) e Coordenador COVID-19 para o Sistema das Nações Unidas/Coordenador de Campo Designado da MEDEVAC (Março – Novembro de 2020).


De 2008 a 2016, foi Conselheiro Técnico Regional em População e Desenvolvimento e de Dados para o Desenvolvimento e Política de Dados Populacionais no Escritório Regional do UNFPA para a África Oriental e Austral, em Joanesburgo, África do Sul. Entre 2001 e 2008, desempenhou a função de Conselheiro Técnico Regional do UNFPA e UNECA em Dados Populacionais, Análise e Investigação, na Equipa de Apoio Técnico do UNFPA para a África Austral, com base em Harare, Zimbabué.


Antes desses cargos, Mady Biaye trabalhou de 1995 a 2001 como Especialista e Consultor Sénior em várias agências do sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Washington D.C., nos Estados Unidos da América.


A longa trajectória abarca também o campo académico. O novo responsável do UNFPA em Angola foi professor e investigador permanente na Universidade Católica de Lovaina (UCL) e no Centro Internacional de Formação e Investigação em População e Desenvolvimento, em associação com as Nações Unidas (CIDEP), em Louvain-la-Neuve, Bélgica (1989 a 1994). Na Escola Nacional de Economia Aplicada (ENEA), foi também chefe adjunto do Departamento de Estatística e Demografia. Exerceu funções na Universidade Cheikh Anta Diop, Dakar, Senegal, de 1984 a 1987.
Mady Biaye possui um Diploma de Engenheiro Estatístico da ENEA em Dakar, Senegal. Conta com Licenciatura, Mestrado e Doutoramento Superior pelo Instituto de Demografia da UCL, em Louvain-la-Neuve, Bélgica. É proficiente em inglês, francês, português e espanhol.