Em DestaqueFlash

“Clientes Movicel” satisfeitos com os novos serviços

Depois que O primeiro divulgou um artigo datado há 04 de Outubro de 2020, dando conta da queda de cerca  de 2 milhões para 112 mil clientes da operadora em consequência das actualizações dos pacotes feitas no dia 15 de Setembro, eis que agora, passados pouco menos de 3 meses, as coisas voltam a sorrir para a rede, uma vez que os clientes já retornam gradualmente aos serviços, principalmente aos novo pacotes, conforme a nossa equipa constatou junto dos utilizadores.

A Movicel foi obrigada a actualizar os seus preços em Setembro, alegando perda de receitas com o elevado custo de produção, tendo gerado uma onda de revoltas por parte dos clientes que decidiram em unanimidade boicotar a rede.

Ciente  das reclamações dos seus clientes, foi convocada uma reunião de carácter urgente, com o Conselho da Administração, presidida pelo seu PCA, Aristide Safeca, no dia 28 de Setembro, para rever os preços dos pacotes, tendo decidido que os mesmos deveriam merecer uma cuidadosa revisão.  

A Movicel fez saber que se continuasse nos preços anteriores, provavelmente não conseguiria suportar o peso do custos, por isso, os preços foram reajustados para garantir a continuidade da operadora e dos empregos.

Portanto, para o espanto de alguns, depois das ultimas actualizações, a Movicel  tem vindo a melhorar nos últimos meses, oferecendo pacotes e serviços que já agradam um certo  grupo de clientes, conforme O Primeiro observou.

Djone Melgas, jovem utilizador da rede, disse que não basrta apenas criticar, é necessário também reconhecer quando algma coisa já está melhor:

“Não basta só críticar, nos últimos tempos a Movicel já melhorou bastante, por  exemplo hoje, já não se espera tanto tempo quando Você liga ao apoio ao cliente para expor alguma situação..”

Já  o Fernando Fonseca, cliente do Moxico, aproveitou para solicitar melhorias também naquela província:

“E nós do Moxico só queremos rede,  arranjem só a rede do Moxico (município). Nós vamos pagar para usar os vossos serviços,  não é de graça. resolvam o problema de rede no Moxico” apelou.