Internacional

Biden diz que a situação do aeroporto de Cabul, Afeganistão, está controlada

Numa declaração ao país, esta sexta-feira, Joe Biden falou de “uma das maiores e mais difíceis retiradas aéreas da história” para proteger cidadãos norte-americanos, afegãos que se candidataram a vistos no país e afegãos que trabalharam lado a lado com os militares norte-americanos.

Biden disse também que os Estados Unidos estão empenhados em retirar do Afeganistão todos os afegãos que apoiaram o esforço de guerra – uma expansão potencialmente vasta dos compromissos da administração no transporte aéreo , dadas as dezenas de milhares de tradutores afegãos e outros, e os seus familiares mais próximos.

Com multidões desesperadas no aeroporto de Cabul e combatentes talibãs a marcar território, o governo dos EUA renovou o alerta de que não pode garantir a passagem segura de todos os que procuram desesperadamente lugares nos aviões.

Biden disse que está em contacto constante com os talibãs. “Deixámos claro que qualquer ataque às nossas forças ou interrupção das nossas operações no aeroporto será recebido com uma resposta rápida e enérgica”, disse Biden.