Em DestaqueInternacional

Tanzânia começa vacinação em massa após ficar um ano sem publicar dados da covid

A organização Mundial da Saúde, (OMS), criticou o país pela contínua falta de cooperação e transparência na luta global contra a pandemia da covid-19, a Tanzânia, não publicou nenhum dado sobre infecções ou mortes por Covid durante um ano.

As autoridades da Tanzânia têm sido hesitantes em emitir atualizações sobre o número de infeções pelo novo coronavírus. Um comité de especialistas em covid-19, criado pela nova Presidente da Tanzânia, Samia Suluhu Hassan, recomendou, nesta segunda-feira, que seja retomada a divulgação dos números oficiais sobre a propagação da doença no país.

O antigo presidente, John Magufuli, que morreu a 18 de março, minimizou constantemente a pandemia, confiando em orações para derrotar o coronavírus SARS-CoV-2 e declarando vacinas potencialmente “perigosas”.

O país não divulga estatísticas sobre a doença desde abril de 2020, os últimos números indicavam 509 casos de infeção e 16 mortes.