Lifestyle

Péricles fala sobre paternidade, samba e pandemia no ‘Conversa com Bial’ desta quinta-feira

Péricles fala sobre paternidade, samba e pandemia no ‘Conversa com Bial’ desta quinta-feira

É com entusiasmo que Pedro Bial recebe o cantor e compositor Péricles no ‘Conversa com Bial’ desta quinta-feira, dia 1. Durante a entrevista, o convidado traça um paralelo entre o passado e o futuro, ao recordar o início da sua carreira, quando fazia sucesso no grupo de pagode Exaltasamba, e os seus planos para o mundo pós-pandemia. No programa, Péricles também compartilha detalhes sobre a sua vida pessoal, principalmente a relação com os filhos, e volta ao passado, ao relembrar a influência do seu avô, na sua vida e no samba.

Péricles fez muito sucesso e conquistou fãs no país inteiro, durante os 25 anos que ficou à frente do Exaltasamba. Contar a sua história sem mencionar os anos vividos como vocalista do grupo é impossível. “A gente mesmo não esperava. Não tínhamos, de facto, a dimensão de onde o nosso som podia chegar e o quanto a gente podia transformar a vida das pessoas”, afirma o cantor. A Pedro Bial, ele relembra apresentações e alguns momentos vividos, e comenta ainda sobre a decisão de abandonar o grupo, apesar do grande sucesso: “Tivemos que ter consciência do seguinte: até aquele momento, a gente tinha conquistado, enquanto grupo, tudo o que artisticamente um grupo ou um artista poderia sonhar”. Mas Péricles garante: “O Exaltasamba está no nosso coração”.

Apesar do samba ser um amor para a vida inteira, o convidado revela que, actualmente, tem dedicado grande parte de sua atenção e afecto a um outro lado da sua vida, a família. Pai do também cantor Lucas Morato, Péricles não poupa elogios ao filho e compartilha lembranças: “Eu levei ele aos shows. Então, ele viu e viveu essa atmosfera sempre, desde o começo. Aí transformou-se nesse grande compositor, com músicas com Thiaguinho, Ferrugem e vários outros cantores aí, do nosso samba”. Péricles também fala sobre Maria Helena, a caçula de apenas sete meses.

Hoje, Péricles é inspiração para os filhos, mas quem iniciou o ciclo musical da família foi o seu avô e os pais. Voltando ao passado, o cantor conta no programa que, durante a sua infância, a música era constante dentro de casa: “Era muito gostoso o ambiente em que a gente viveu, porque era um ambiente muito musical”. E ainda: “Eu ouvia meu pai cantando, minha mãe cantando, o meu avô ouvindo as grandes orquestras, o Harry James, Ray Conniff e Tabajara”. O cantor também comenta a sua participação na ‘Dança dos Famosos’, em 2012, e fala sobre os seus novos projectos profissionais.

Com direcção artística de Mônica Almeida, o ‘Conversa com Bial’ vai ao ar todos os dias de segunda a sexta-feira, às 23 horas no Globo HD, posição 10 da ZAP. Pode ainda aceder aos conteúdos Globo em Angola através do canal Globo ON, na posição 72 da mesma plataforma.