Em DestaqueFlashPolítica

Celso Malavoloneke detona Carlos Rosado: “Queixinhas nas redes sociais”

O sociólogo e ex secretário de Estado da comunicação social em Angola, Celso Malavoloneke, usou as suas redes sociais, nesta Quinta-feira, 8 de Outubro, para emitir o seu parecer sobre o caso “Carlos Rosado”, que em menos de uma semana denunciou dois bloqueios e censura, nas Tvs Zimbo e Palanca, por intermédio do mediático caso “Edeltrudes da Costa”, considerando ser uma campanha contra.

Para o Sociólogo da comunicação, as denúncias do Jornalista e economista, Carlos Rosado, são apenas queixas nas redes sociais com um propósito de buscar protagonismo:
“(…) há algo desde já, que me cheira a esturro. a rapidez com que o jornalista vem queixar-se e agradecer sabe-la o que quando os likes diminuem nas redes sociais sem esgotar os mecanismos de busca de consenso (..)” escreveu.

Para Celso Malavoloneke, as denúncias de Carlos Rosado de Carvalho, não passam de uma campanha contra.

“(…) Tipo era mesmo isso que queria. parece-me alguém a fazer campanha contra(..)

As declarações do Ex secretário de Estado da comunicação social, surgem na sequência da onda de denúncias de censura, que o economista e jornalista Carlos Rosado de Carvalho, tem vindo a tornar públicas.

CELSO MALAVOLONEKE (via facebook)

“QUEIXINHAS” NAS REDES SOCIAIS?
Estou ainda a tentar entender o que de facto se está a passar entre Carlos Rosado de Carvalho e as TVs Zimbo e Palanca. Ou entre ele e o sistema. Ou entre CRC e ele próprio. Mas há algo desde já que me cheira a esturro: a rapidez com que o “jornalista” vem queixar-se (e agradecer sabe-se lá o quê quando os likes diminuem) nas redes sociais sem esgotar os mecanismos de busca de consenso. Tipo era mesmo isso que queria. Parece-me alguém a fazer campanha “contra”. E todos sabemos que nas RS há sempre aquela colecção de idiotas prontos para fazer número para efeitos de pressão. Porquê e para quê de tal campanha (a existir, é claro) é o que resta descortinar… voltarei certamente ao assunto.