Em DestaquePolítica

“Frente Patriótica” apresenta o programa para tirar o país da crise

O novo projecto “Frente Patriótica Unida”, defendeu nesta Quinta-feira, a necessidade de adoção de um programa de emergência nacional para tirar o país da crise em que se encontra referindo-se a fome, a saúde, a Educação, o desemprego, a Habitação e a criminalidade, são umas das principais preocupações do projecto “Frente Patriótica unida”.

A informação consta de uma declaração política assinada esta Quinta-Feira, pelos Líderes da Frente Patriótica Unida, os presidentes, da UNITA, Adalberto Costa Júnior, do Bloco Democrático, Filomeno Vieira Lopes, e do Projecto político, “Prajá Servir Angola”, de Abel Chivukuvuko.

Ainda sobre a declaração comentaristas angolanos acreditam que a “União da Frente Patriótica” é inédita pelo objectiovo de afastar o partido no poder, MPLA.

” Essa Frente a vir se confirmar portanto que vai representar antes de mais nada algo inédito, não inédito no ponto de vista da criação de uma coligação, mas toda via ela seria inédita pelo seu objectivo ou seja, os proponentes são claros que pretendem com isto afastar o MPLA do poder”. comentou, Adálio Costa.

Adalberto da Costa Júnior, apelou aos angolanos para não se deixarem “transportar pelos radicalismos”, afirmando que já é do conhecimento do grupo que há muitos níveis, que já estão a fazer campanha contra a “Frente Patriótica”.

De recordar que em entrevista Abel Chivukuvuku, afirmou que a plataforma está aberta a todos os que queiram afastar do poder o Movimento Popular de Libertação de Angola MPLA, nas próximas eleições gerais.