Em DestaqueFlashPolítica

Joana Lina em risco, enquanto que “Kangamba” é a grande surpresa

A governadora de Luanda, Ana Lina, pode ter os dias contados na frente da capital de Angola, depois de assumir o cargo há pouco menos de 1 ano, em substituição do então falecido governador, Sérgio Luther Rescova.

Problemas sociais estarão na base do afastamento de Joana Lina, segundo avança uma fonte muito bem posicionada do Jornal O Primeiro, que conta que a governante não tem sido vista com bons olhos pelos luandenses, o que pode colocar em risco a campanha do partido dos camaradas visando às eleições de 2022.

Sem no entanto, adiantar o substituto, a nossa fonte adianta que, o partido ainda deu à Joana Lina, mais uma longa estrada pela frente, porém, com o Bento Bento à espreita em caso de deslize para reassumir o comando da província que conhece muito bem.

BENTO KANGAMBA

Conhecido por vários anos como o empresário da Juventude, Bento kangamba, é uma referência no tocante à mobilização no partido que governa Angola. Esquecido no governo de João Lourenço, o então conhecido empresário da juventude, pode agora estar de regresso à ribalta com o Bento Bento no comando do MPLA em Luanda.

A Nossa fonte apura que, Bento Kangamba, que por sinal é muito chegado à Bento Bento, estaria no plano para as políticas de mobilização do partido em Luanda, visando ás campanhas que se avisenham.

Bento Kangamba foi apelidado de “Empresário da Juventude” por causa do seu poderio financeiro, na altura, capaz de patrocinar qualquer evento por todo país.