Em DestaqueFlashPolítica

Lesados pela Build exigem a devolução dos “milhões” supostamente burlados pela empresa “fantasma”

Um grupo de manifestantes reuniu-se defronte ao Banco Nacional de Angola, hoje, 26, para exigir justiça pela suposta burla cometida pela empresa Build Angola em 2007 no acto de aquisição de imóveis em vários condomínios de Luanda.

Os manifestantes contestam a não devolução dos valores que estes pagaram com o sonho da casa própria, mas que nunca chegou a se concretizar.Segundo os lesados, a PGR tem o conhecimento do caso desde 2017, mas este nada faz porque supostamente os proprietários da Build Angola fazem parte do sistema e são intocáveis.

“Fomos burlados há 13 anos, pagamos 100% dos valores e até hoje ninguém sabe onde seria a sua casa, ninguém sabe onde seria o seu terreno” denunciou Hélio, porta voz do grupo manifestante.

O grupo alega que a empresa Build não existe e nunca existiu, por isso exigem justiça.