InternacionalPolítica

Museveni é reeleito democraticamente com 58,64% dos votos

A comissão eleitoral do Uganda confirmou a vitória do Presidente, que está há 35 anos no poder. O candidato da oposição, Bobi Wine, reitera que esta eleição – a mais conturbada de sempre no país – foram “fraudulentas”.

“A comissão eleitoral declara Yoweri Museveni eleito Presidente da República do Uganda”, anunciou este sábado (16.01) o presidente da comissão eleitoral do país, Simon Mugenyi Byabakama.

O Presidente de 76 anos foi reeleito com 58,64% dos votos, reafirmando-se como um dos líderes autoritários mais antigos do mundo. O candidato da oposição, Bobi Wine, conseguiu angariar 34,83% dos votos.

No poder há 35 anos, Museveni mudou a Constituição do país para poder concorrer a mais um mandato de cinco anos. A estrela do pop, Bob Wine, alegou fraude generalizada na votação realizada na quinta-feira passada (14.01) e rejeita os resultados oficiais.

Numa das campanhas eleitorais mais conturbadas da história do Uganda, Bobi Wine, que tem apoio da juventude do Uganda, disse que a sua casa na capital Kampala estava sob cerco de soldados do Governo. No dia da votação, houve forte presença de polícias e militares nos locais de votação.

Esta sexta-feira (15.01), Bobi Wine disse denunciou, através da rede social Twitter, que os militares “assumiram o controlo” da sua casa. O opositor disse que estava “em sérios apuros”.

A rede de Internet foi encerrada em todo o país pouco antes do início da votação. Kampala permaneceu em silêncio este sábado, com os cidadãos instruídos a permanecerem em casa, com as forças de segurança a patrulhar as ruas.