FlashPolítica

Professores obrigados a acarretar água para a higienização das escolas

Profissionais do giz, no Cunene, foram obrigados a acarretar água para garantir a higienização das escolas do I°. e II°. Ciclo do Ensino Secundário, neste primeiro dia d’aula, 19 de Outubro.

A denúncia foi apresentada nesta manhã de Segunda-feira, 19, pelo secretário geral do Sindicato dos Professores (SINPROF), Ademar Chinguma, que lamentou a triste situação porque passam aqueles profissionais do A, B e C, na província sul do país.

Segundo o sindicalista que reprovou tais procedimentos, essa tarefa de colocar água às escolas por via de cistenas ou quaisquer outros meios é única e exclusivamente do governo enquanto promotor de políticas educativas.

“Se foi o próprio governo que prometeu pôr água às escolas por via de cisternas, todavia, não entendemos o porquê dessa atitude. Por isso, nós- como SINPROF-, reprovamos tal atitude e apelamos respeito à classe e, acima de tudo, mais responsabilidades às promessas”, apelou.

Ademar Chinguma denunciou igualmente, que, em Benguela, segundo um documento posto a circular nas redes sociais, vários são os professores que têm sido obrigados aos seus directores a contribuir com 500 kwanzas, cada, para a compra de material de biossegurança.

” Em Benguela, apurámos por via de um documento posto a circular nas redes sociais, que alguns gestores escolares estão a obrigar professores a contribuir com 500 kwanzas, cada, para a compra de material de biossegurança. Portanto, o governo tem de ser mais sério uma vez que no discurso à Nação, o PR falou muito sobre Educação mesmo sem ter dito nada, quase”, denunciou.

Ora questionado pelo “O PRIMEIRO” se, de um modo geral as escolas possuem ou não condições para garantir a continuidade das aulas, o sindicalista reforçou, dizendo:
” Por toda trajectória feita, infelizmente, maior parte das escolas do I°. e II° Ciclo, em todo o país, não possuem condições de biossegurança para garantir continuidade”, disse.

Vale recordar que as aulas das classes do I°. e II°. Ciclo, em todo o país, tiveram início hoje, segunda-feira, 19 de Outubro.

Por: Ngola Ntuady Kimbanda Nvita;
19.10.2020″ Por toda trajectória feita, infelizmente, maior parte das escolas do I°. e II° Ciclo, em todo o país, não possuem condições de biossegurança para garantir continuidade”, disse.

Vale recordar que as aulas das classes do I°. e II°. Ciclo, em todo o país, tiveram início hoje, segunda-feira, 19 de Outubro.

Por: Ngola Ntuady Kimbanda Nvita